Ir para o conteúdo

Ela é um dos destaques da JAM no MAM

Uma parte da alma musical da JAM no MAM, projeto que leva para os finais de semana baianos uma trilha sonora especial baseada no melhor estilo das jam session, está na sua banda base, formada por importantes músicos do cenário instrumental brasileiro (e internacional) e recentemente batizada de Geleia Solar. Antes conhecida como banda JAM no MAM, a Geleia Solar desempenha todos os sábados o importante papel de “segurar as pontas” nas jam sessions soteropolitanas, transformando os encontros semanais em uma experiência única para músicos, baianos e turistas, que encontram na JAM no MAM um espaço democrático para ouvir jazz com “sotaque baiano” e exercitar a arte da improvisação ao lado de excelentes músicos.

Desde janeiro de 2017, quando fez seu primeiro show em terras paulistanas, a banda base da JAM no MAM assumiu o nome de Geleia Solar, brincando com a tradução de “jam” (“geleia”, em inglês) e homenagear o Solar do Unhão (local da JAM), além valorizar o clima de pôr do sol que caracteriza as nossas sessões musicais em Salvador. Ela é formada por André Becker, Bruno Aranha, Felipe Guedes, Gabi Guedes, Ivan Bastos, Ivan Huol, Joatan Nascimento, Matias Traut, Paulo Mutti e Rowney Scott, “time” de músicos que se dedica tanto a valorizar um repertório com composições de várias gerações de compositores instrumentais baianos, quanto standards da bossa nacional e do jazz internacional, devidamente adaptados para o “estilo JAM no MAM” – onde a força percussiva da cultura local induz um “sotaque baiano” nas interpretações de cada música.

Parte dos músicos da Geleia Solar, na JAM no MAM. Foto Lígia Rizério.

A JAM no MAM é um projeto da Huol Criações e já faz parte da programação cultural regular de Salvador há muitas décadas.  Isso pode ser visivelmente comprovado a cada sábado, com a diversidade de público e músicos que se reúnem no Solar do Unhão: são baianos, turistas, famílias inteiras e grupos de amigos que iniciam a noite com uma trilha sonora inspirada exatamente pela banda Geleia Solar. Desde que o projeto reiniciou em 2007, atingiu a representativa marca de 606.647 pessoas (uma média de 1.274 por sessão) frequentando presencialmente o local para conferir as performances musicais envolvendo improvisações surgidas a partir do encontro de músicos de todo o mundo que, sem ensaio prévio, juntam-se em Salvador para tocar e criar experimentações sonoras sempre inusitadas e de altíssima qualidade.

HISTÓRICO – A banda Geleia Solar esteve à frente da realização de quatro DVDs (alguns deles acompanhados de CDs) nos últimos anos, registrando vários aspectos das sessões musicais que acontecem todos os sábados na área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia. São eles: CD e DVD - Assaz Baiano (2015), CD e DVD Na Base do Solo (2014), CD e DVD Improvisação (2013, esgotado) e DVD duplo Varanda (2012, esgotado). Esteve também à frente de três temporadas de transmissões ao vivo da JAM no MAM (entre setembro de 2015 e janeiro de 2017, num total de 16 programas ao vivo, todos disponibilizados na internet e com livre acesso) e da realização do programa Jazz na Madrugada (2013), que veiculou na TV, na internet e na rádio performances musicais e entrevistas ligadas ao projeto. Tanto as transmissões quando a produção do programa teve a realização da Huol Criações, com direção de Sofia Federico e Marcos Povoas.



A banda já tocou com muitos músicos importantes do cenário musical brasileiro. Em agosto de 2014, a Geleia Solar (na época, ainda com o nome banda JAM no MAM) realizou o show Todos Cantam Salvador, no Farol da Barra, com os convidados Vânia Abreu, Mariene de Castro, Márcia Short, Gerônimo, Armandinho, Baby do Brasil, Fafá de Belém e a dupla Antônio Carlos e Jocafi. Este show foi encomendado a Ivan Huol, diretor artístico da JAM no MAM e membro da Geleia Solar, pela Prefeitura da Salvador para a inauguração da obra de requalificação da Barra. Na própria JAM no MAM, os músicos da Geleia Solar receberam nomes como Bocato, Carlos Malta, Márcio Montarroyos, Elza Soares, Toninho Horta, Flávio Venturini, César Camargo Mariano, Teco Cardoso, Artuzinho Maia, além de músicos dos Estados Unidos da América (como Joshua Redman, Steve Coleman), do Canadá, Argentina, Colômbia, Itália, França, Bélgica, Alemanha, Áustria, Irlanda, Chile, Cuba, Argélia, Japão e Dinamarca. E, claro, a nata da cena instrumental baiana!

Confira alguns vídeos da banda Geleia Solar: Erê Alabê / Donatiando / PatinetiMar do Norte

JAM no MAM: Facebook / Twitter / Instagram / Youtube

Ivan Bastos, Gabi, Rowney, Matias, Felipe, Ivan Huol, Joatan e André, alguns dos músicos da Geleia Solar, em foto de Márcio Lima.