Ir para o conteúdo
Marcas de patrocínio e incentivo

Vocal homenageará Ella Fitzgerald e a improvisação jazzística

Mesmo sendo um projeto de valorização da música instrumental, a JAM no MAM sempre abriu espaço para que temas cantados – e seus intérpretes – dividissem o palco com os instrumentistas. Pois nesse sábado (09/09) o canto ocupará um espaço ainda maior na JAM, que convidou cantoras estudantes do curso de Música Popular da UFBA, alunas da professora e cantora Ana Paula Albuquerque, para uma homenagem à Ella Fitzgerald e ao scat singing, linha de improvisação vocal que ela representa.

Confirme sua presença e convide amigos em nosso evento do Facebook, clicando aqui!

A JAM no MAM começará às 18h com a abertura da banda Geleia Solar. Em seguida, as cantoras Denise Ramalho, Ione Papas, Luiza Britto e Iara Canuto, acompanhadas do pianista Samuel Cabral, se juntarão aos músicos da JAM para interpretar versões de Blue Skies (Irving Berlin), Take The A Train (Billy Strayhorn / Joya Sherrill), Perdido (Juan Tizol/ Ervin Drake/Hans Lengsfelder) e How High The Moon (Morgan Lewis e Nancy Hamilton), canções que foram imortalizadas na voz de Ella Fitsgerald.

O repertório foi escolhido a partir do trabalho desenvolvido no semestre passado no curso de Música Popular da UFBA, quando a Profa. Ana Paula Albuquerque coordenou uma pesquisa sobre o jazz vocal com foco na trajetória das cantoras norte-americanas Billie Holiday e Ella Fitzgerald, representantes de duas linhas de canto, a canção e o scat, respectivamente. Por ter uma relação maior com a proposta da JAM, o trabalho do scat singing foi escolhido para ser dividido com o público, que poderá conhecer um pouco mais sobre a técnica que consiste no uso de sílabas e sons sinuosos que permite aos vocalistas criar solos vocais em improvisações extraordinárias.

Os alunos do Curso de Música Popular da UFBA, com o pianista Samuel Cabral.

“Partindo do princípio de que o jazz é tema e improvisação, nada impede que esse tema seja cantado, com ou sem letra, independente do idioma ou do ritmo”, completa o músico Ivan Huol, diretor artístico da JAM no MAM. Para ele, o mais importante é ter consciência de que as músicas executadas serão o prenúncio dos improvisos que virão a seguir, por qualquer instrumento que estiver na formação da banda. Assim, uma simples canção deve dar lugar a vários solos, cabendo ao cantor aguardar a sua vez de retomar a melodia. Para quem gosta de jazz e de improvisação, a próxima JAM no MAM será simplesmente imperdível! Nessa temporada, o projeto tem patrocínio da Secretaria de Turismo e do Governo da Bahia, e apoio institucional do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, do Museu de Arte Moderna da Bahia e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

JAM NO MAM
Data: Aos sábados:
Dia 09/09- Vai ter JAM!
Dia 16/09- Vai ter JAM!
Local:
Museu de Arte Moderna da Bahia (Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão).
Horário:
Das 18h às 21h.
Ingresso:
R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia). Vendas na bilheteria do local, aos sábados, a partir das 17h.
Realização:
Huol Criações - Tel.: 71. 3241-2983

Facebook / Twitter / Instagram / Youtube