Ir para o conteúdo
Marcas de patrocínio e incentivo

Bate-papo (17h) + Participação de Léa Freire (18h)

A vitoriosa temporada do projeto JAM no MAM com as Mina termina no próximo sábado (09/12) em grande estilo: além da presença da flautista Léa Freire, referência na música instrumental brasileira, a JAM terá mais uma edição do ciclo “Perspectivas da improvisação no âmbito da JAM no MAM”, com um bate-papo aberto sobre o universo musical, instigado pela professora e pesquisadora Laila Rosa. O tema desse sábado será "Música e gênero”, abordando a posição e participação das mulheres na música nacional. O encontro será coordenado mais uma vez pelo professor, compositor e musicista Ivan Bastos, e terá início às 17h, pouco antes do começo da JAM no MAM com as Mina, às 18h. Estudantes de música terão entrada gratuita mediante comprovação na bilheteria da JAM.

Léa Freire participará da abertura musical da noite ao lado dos músicos que integrarão a banda Geleia Solar. Flautista, arranjadora e compositora, Léa possui uma trajetória que engloba desde o estudo de compositores eruditos brasileiros até uma aproximação com o rock, o jazz e diversos ritmos nacionais. Esse mix resultou numa carreira que busca unir o popular ao erudito, o formalismo à improvisação, mas sempre com sotaque brasileiro. Ela é criadora do Selo Maritaca, que em 2017 completou 20 anos de existência e tem mais de 50 títulos de música instrumental brasileira, com artistas como Banda Mantiqueira, Vento em Madeira, Bocato, Vinicius Dorin e Mozar Terra, além de muitos outros – inclusive estrangeiros, como Thomas Clausen (Dinamarca) e Thibault Delor (França). Sua discografia inclui 11 CDs com repertórios autorais, sendo que dois foram lançados este ano: “A Mil Tons”, num duo com o pianista Amilton Godoy, e “Arraial”, com o grupo Vento em Madeira.

Antes de Léa assumir o palco da JAM, entretanto, o público terá a chance de participar de uma rodada de conversa sobre "Música e gênero”, quando a professora e pesquisadora Laila Rosa, integrante do Núcleo de Estudos Interdisciplinares da Mulher (NEIM/UFBA), conversará com o público sobre as ausências da produção musical das mulheres dos espaços musicais e acadêmicos, buscando também discutir possibilidades de atuação nestes contextos. Como sempre acontece, depois de uma abertura dos debatedores (entre eles os músicos Ivan Huol e Ivan Bastos), o encontro se transformará num descontraído bate-papo com o público, que poderá tirar suas dúvidas sobre o assunto abordado. O encontro é uma parceria da JAM no MAM com a EMUS-UFBA, com apoio do MAM-Bahia. Para participar, basta comprar o ingresso da JAM no MAM (R$ 8,00, inteira, e R$ 4,00, meia), que dá direito tanto à roda de conversa quanto a permanecer na jam session que terá início logo depois, com a participação de Léa Freire.

JAM no MAM promove conversa sobre Música e Gênero
O bate-papo sobre "Música e Gênero" terá início às 17h, pouco antes do começo da JAM no MAM com as Mina, às 18h. Estudantes de música terão entrada gratuita mediante comprovação na bilheteria da JAM. Foto Lígia Rizério.

 

O patrocínio dessa sessão da JAM no MAM com as Mina é da Bahiagás e do Governo do Estado da Bahia, e apoio da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado (SPM-BA). Conta também com o apoio institucional do Museu de Arte Moderna da Bahia, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Desde o último dia 28 de outubro a JAM no MAM com as Mina vem colocando as mulheres num lugar de destaque nas jam sessions baianas, para refletir sobre a representatividade feminina na cena musical brasileira. Já tivemos as participações especiais de artistas como Ana Karina Sebastião (baixo), Ana Paula Albuquerque (canto), Lis de Carvalho (piano), Joana Queiroz (clarinete), Paula Valente (sax) e Débora Gurgel (piano), nas aberturas musicais dos sábados, junto com as "Mina" Jessica Kaline (guitarra), Lorena Martins (bateria) e Aline Falcão (piano), que estão fazendo parte da banda Geleia Solar, nossa banda-base de todo Sábado. A JAM no MAM é um projeto da Huol Criações e acontece aos sábados na área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia, ao ar livre e de frente para o mar, com ingresso a preço popular (R$ 8,00, a inteira).

PERSPECTIVAS DA IMPROVISAÇÃO NO ÂMBITO DA JAM NO MAM
Tema: "Música e Gênero”.
Data: 09/12.
Local: Área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia (Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão)
Horário: 17h.
Ingresso: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia). O ingresso já dá direito a permanecer para a programação musical da JAM no MAM, e estudantes de música terão entrada gratuita mediante comprovação na bilheteria da JAM.

JAM no MAM com as Mina
Participação especial de Léa Freire (flauta)
Data: 09/12
Local: Área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia (Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão).
Horário: Das 18h às 21h.
Ingresso: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia).
Informações e produção: Huol Criações - Tel.: 71. 3241-2983.