Ir para o conteúdo

O melhor da JAM no MAM de 28/04

Público farto, dançarinos participativos e muitos músicos presentes enfeitaram a paisagem do Solar do Unhão nesse sábado de feriado prolongado, com um repertório lindo e marcado pelas performances cheias de improviso da banda – e dançarinos!

Bruno Aranha no teclado da banda Geleia Solar e, ao fundo, a Dança na JAM. Foto Lígia Rizério.

 

A banda Geleia Solar entrou com tudo no palco, com um time de sopros formado por Rowney Scott, André Becker, Matias Traut e Benne Jaeckle, e a presença de Lorena Martins na bateria. Eles puxaram "Lugar comum" (Gilberto Gil/João Donato), "Bananeira" (João Donato) e "Samba e amor" (Chico Buarque). Um pouco depois, Lorena mostrou seu talento também como cantora na canção "Triste" (Tom Jobim). A noite de boas surpresas seguiu com muitas participações, incluindo o baixista Artur Carneiro, que tocou e cantou "When i fall in love" (Victor Young), e dos gêmeos Daniel e Diogo que tocaram juntos teclado na composição (autoral) chamada "Memórias de verão".

Daniel e Diogo fizeram um das muitas participações da JAM no MAM passada. Foto Lígia Rizério.

 

No meio dessa música toda, o movimento “Dança na JAM” voltou a invadir a JAM, trazendo ainda mais arte e beleza para essa noite especial. E o palco estava mais movimentado! Além dos dançarinos convidados que participaram no primeiro sábado (21/04), o Grupo X de Improvisação em Dança celebrou o mês da Dança e os seus 20 anos de existência com o projeto “Euphorico: Tujur”, resultado do Intercâmbio realizado entre o Grupo X e a Cia Artmacadam da França.

 

 Vale aqui, portanto, um agradecimento a todos os artistas que participaram da “Dança na JAM”: Clara Garcia e Claudio Machado, coordenadores do movimento; os/as artistas Ana Brandão, Clara Trigo, Duda dos Anjos, João Rafael Neto, Marcella Bomba, Márcio Nonato, Thiago Cohen, Daiana Carvalho, Diane Portella, Edu. O, Fafá Daltro, Iran Sampaio, Lucas Valentim, Natália Rocha, Thaynah Melo, Wilfrid Jaubert e William Gomes; os membros do Grupo X Aldren Lincoln e Aline Lucena; e Isis Carla, Roberto Brito, Fábio Vidal, Patrícia Leitão e David Barros, além de Jacson Espirito Santo e Junior Oliveira, da Escola de Dança da Funceb e do CFA – Centro de Formação em Artes.

A todos os Artistas/dançarinos que generosamente compuseram o elenco da Dança na Jam trazendo mais movimento, beleza e força nessas duas noites de celebração. Além do elenco de hoje, Isis Carla, Roberto Brito, Fábio Vidal, Patrícia Leitão e David Barros, além de Jacson Espirito Santo e Junior Oliveira, da Escola de Dança da Funceb e do CFA – Centro de Formação em Artes.

Tânia emprestou um certo sotaque colombiano à trilha da JAM no MAM. Foto Lígia Rizério.

 

Mas, calma, que ainda não acabou; mais para o fim da noite rolou "Donatiando" (Ivan Huol) a pedido do público, com a canja do trompetista Danilo "Bico de ouro" e uma linda interação dos dançarinos com a banda. Teve mais participação feminina com a flautista colombiana Tânia em "Chucho" (Paquito D'Rivera), com Toni Duarte no baixo e Daniel Ragoni na bateria. O baterista alemão Johannes tocou em "A felicidade" e a noite terminou ao som de "Na dianteira" (Ivan Bastos).

Agora se liga num aviso importante: só têm mais duas sessões de JAM no MAM nessa temporada. Então, vê se não perde nada até o dia 12 de maio, heim? A atual temporada da JAM no MAM tem patrocínio da Stella Artois e do Governo do Estado da Bahia, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Tem também apoio institucional do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia e do Museu de Arte Moderna da Bahia. Os ingressos custam R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia).

Lorena Martins mostrou talento na bateria e no vocal, em noite de JAM! Foto Lígia Rizério.