Ir para o conteúdo

Algumas perguntinhas sobre a JAM do próximo sábado (25/05)

Como todo mundo já sabe, a banda Panteras Negras é quem fará a abertura da nossa JAM no MAM do próximo dia 25 de maio. Elas voltam ao projeto depois do sucesso que fizeram quanto tocaram com a Geleia Solar, a banda base da JAM, em março passado. Foi uma noite linda e cheia de músicas de qualidade. Mas como essa é a primeira vez que uma banda volta para fazer a abertura da JAM no MAM num curto espaço de tempo, aproveitamos a oportunidade para conversar com Zinha Franco (baixista e produtora) e Line Santana (baterista) sobre a experiência de tocar na JAM pela segunda vez.

Panteras Negras tocarão na JAM no MAM. Foto Ju Almeidah

Começando de baixo, em sentido horário: Zinha Franco (baixo), Suyá Nascimento (guitarra), Dedê Fatuma (percussão) e Line Santana (bateria) são as Panteras Negras!  Foto Juh Almeida.

1. Como foi para vocês a primeira participação das Panteras Negras na JAM?

Zinha Franco – Foi incrível! Muito mais do que nós esperávamos. Desde nossa chegada até o final do show a interação do público com a banda foi marcante.
Line Santana – Foi muito importante e significativa, porque conseguimos mostrar para o público que frequenta a JAM o nosso som autoral, com várias referências musicais voltadas à musica popular.

2. Que tipo de repercussão aconteceu depois de tocar na JAM?

Zinha Franco – Sem dúvidas a banda ganhou mais visibilidade. Gerou ainda mais curiosidade para conhecer o nosso trabalho.
Line Santana – Além do retorno positivo sobre o nosso som de muitas pessoas que estavam presentes, recebemos alguns convites para tocar em lugares e projetos como o Sofar Sound e o teatro da Livraria Cultura.

3. Como foi a interação com o público naquela noite?

Line Santana – Foi amor à primeira vista. Sabemos que o público da JAM é um tipo de público que aprecia música da melhor qualidade e, quando tocamos, conseguimos envolver a todos, fazendo com que eles também interagissem com o show.

4. Vocês estão preparando para esse sábado algo diferente da primeira participação na JAM?

Zinha Franco – Fizemos dois convites especiais e estamos aguardando a participação de uma dançarina.  Será um show um pouco diferente do primeiro. Tocaremos apenas uma releitura, que é “Bananeira”, de João Donato. Mas te digo que cerca de 90% do show será autoral e inédito!
Line Santana – Nosso show nunca é igual. Nosso lema é: cada show um novo show!

Quer garantir seu ingresso para nossa JAM do dia 25 de maio? Entre aqui para comprar online pelo valor real e contribuir para que a JAM no MAM nunca pare.

Panteras Negras na JAM no MAM