Ir para o conteúdo

Com participação especial do Santini & Trio

Com a finalização das obras de requalificação da estrutura do Solar do Unhão, a música da JAM no MAM volta a soar na área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia no próximo sábado, dia 27 de julho, quando a banda Geleia Solar fará uma homenagem ao cantor e compositor João Gilberto, que faleceu esse mês no Rio de Janeiro. Antes, porém, a abertura da noite contará com a participação do Santini & Trio, grupo baiano de música instrumental autoral que acaba de voltar de uma turnê por Portugal. Essa edição da JAM no MAM é mais uma vez financiada pelo seu público através da campanha FÃ da JAM e tem apoio do Museu de Arte Moderna da Bahia. Para comprar seu ingresso online, é só clicar aqui.

Santini & Trio - Foto Marcos Sampaio
Os primeiros acordes da noite serão dados às 18h, quando Rony Santini (guitarra acústica), Rogério Ferrer (acordeon e piano), Flaviano Gallo (bateria) e Anderson Silva (contrabaixo elétrico) mostrarão ao público da JAM uma parte do show “Santini & Trio Circulando”, com o qual estiveram nas cidades de Cascais, Ansião, Sintra, Coimbra, e Lisboa no inicio de julho. O repertório traz composições autorais de jazz influenciadas por ritmos como o ijexá, o samba, samba de roda a bossa nova, além de composições de João Donato, Tom Jobim, Caetano Veloso e Luis Gonzaga. Essa será a segunda participação do grupo feirense na JAM no MAM. Em 2017 o Santini & Trio trouxe para o projeto uma parte do show que lhes garantiu o destaque no Prêmio Caymmi daquele ano – vencedor nas categorias melhor banda e melhor instrumentista (Flaviano Gallo).

Depois da abertura, claro, a banda Geleia Solar assumirá seu posto de anfitriã para mais uma jam session única no Solar do Unhão, cuja área onde a JAM acontece voltou à sua configuração original depois das obras, com mais espaço para o público. Uma parte do repertório da banda será dedicada à obra do cantor e compositor João Gilberto, grande referência para os músicos da JAM. “João será sempre o rei do cool, o cara que inventou a arte de se fazer arte sem gritar”, lembra Ivan Huol, diretor artístico da JAM no MAM, que admite a forte influência da bossa nova e da discografia de João Gilberto na brasilidade com que o jazz é pensado – e executado – nas jam sessions baianas. “Com o CD ‘O Mito’ reaprendi a tocar bossa nova, sempre imaginando que, se um dia fosse tocar com ele, teria que ser a partir da essência do que chamo de silêncio sonoro, sabendo que nada poderia ser melhor que o próprio João e seu violão”.

MAM-Bahia

INGRESSOS À VENDA – O público da JAM no MAM já pode comprar online o ingresso para o dia 27/07 no portal Eventbrite e se transformar num patrocinador da JAM, que se encontra neste momento sem patrocínio regular e está conseguindo viabilizar uma jam session mensal exclusivamente com o  apoio do público, através da campanha FÃ da JAM. Nela, a principal fonte de recursos é o valor real (R$ 24,00) do próprio ingresso, que qualquer pessoa pode adquirir online. Já aqueles que preferirem pagar o valor popular (R$ 8,00, inteira, e R$ 4,00, meia), poderão comprar seus ingressos na bilheteria da JAM, que funciona no dia do evento no próprio Solar do Unhão, a partir das 17h. Para conhecer melhor a campanha FÃ da JAM, basta acessar o site do projeto, clicando aqui. www.jamnomam.com.br/campanha.  

Data: 27 de julho – JAM no MAM edição FÃ da JAM
Local: Área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia (Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão).
Horário: Das 18h às 21h.
Ingresso: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia). Vendas na bilheteria do local no dia da jam session, a partir das 17h. Ingressos online pelo valor real (R$ 24,00) podem ser comprados agora, no link: https://tinyurl.com/JAMsantini
Informações e produção: Huol Criações - Tel.: 71. 3241-2983.

JAM no MAM - 27 de julho de 2019