Ir para o conteúdo

Considerações sobre a JAM de 27/07

O público da JAM no MAM veio em peso para nossa edição do sábado passado (27/07), transformando a jam session num dos programas mais concorridos do final de semana em Salvador. É verdade que a JAM sempre esteve no destaque da agenda cultural de muitos baianos e turistas, mas no sábado passado foi especial, com recorde de público em toda a história do projeto!

E isso, claro, nos deixa imensamente felizes, mas sabemos também que causa algumas surpresas para quem está acostumado com a “dinâmica normal” da JAM. Filas grandes e maior tempo de espera para ingressar na área da JAM são algumas delas. A equipe da JAM no MAM, portanto, pensou em dividir aqui algumas ideias a partir de comentários feitos por amigos e frequentadores da jam session mais famosa, querida e concorrida do Brasil.

Possíveis motivos para o recorde de público:
A JAM no MAM encontra-se atualmente sem patrocínio regular, o que tem viabilizado à sua equipe realizar apenas uma jam session mensal. Então, a produção tem sentido o público, que antes se dividia em pelo menos quatro encontros mensais, se concentrar unicamente em um sábado, o que causa um fluxo mais intenso. O interesse na exposição atual do MAM – Bahia, assim como a finalização de suas obras estruturais, também contribuíram para o aumento do público da JAM no sábado passado.

Acesso do público:
Excepcionalmente, tivemos também nesse sábado (27/07) um atraso na montagem de um toldo que protege o público de possíveis chuvas e o acesso foi liberado pouco depois do normal. E por ser a primeira JAM no espaço reconfigurado (após a finalização das obras de requalificação do Solar do Unhão), a produção precisou fazer alguns ajustes que acabaram retardando o acesso do público e concentrando muitas pessoas na entrada. Tudo isso já será normalizado nas próximas jam sessions.

Banheiros e praça de alimentação:
Dentro da área onde a JAM acontece, haviam sete banheiros químicos disponíveis para o público e funcionamento das barracas de alimentação e bebidas, como sempre acontece. Geralmente atingimos o pico máximo de público somente às 19h e, logo depois, parte do público que chegou antes das 18h começa a sair, num fluxo dinâmico que gera uma sensação e conforto a todos. O fluxo recorde de público desse último sábado foi surpreendente e manteve a JAM em seu limite durante toda a noite.

Venda de ingressos:
Como em todas as últimas edições, haviam cinco bilheteiros vendendo ingressos (alguns, inclusive, exclusivamente para pagamento em dinheiro e sem troco, exatamente para agilizar o processo de venda). Quando a lotação da JAM atinge o seu limite, as vendas de ingressos são interrompidas até novas vagas surgirem (o que acontece somente quando parte do público começa a sair), o que provoca uma demora maior para quem está na fila esperando para entrar. Atualmente a JAM oferece também vendas online ao Valor Real (o que, além de contribuir para a manutenção do projeto, acelera também o acesso ao local).

A equipe da JAM ouviu/leu os comentários do público e está ciente de todas as questões apontadas. Em agosto a JAM no MAM completa 20 anos e faremos no dia 31/08 mais uma jam session comemorativa, levando tudo isso em conta para que o programa seja especial para todos.